Oito supostos insurgentes morrem em confrontos na Caxemira

Srinagar (Índia), 27 mai (EFE).- Oito supostos insurgentes, incluindo o provável sucessor do comandante Burhan Wani, morreram nas últimas horas em dois confrontos com as forças de segurança indianas na região da Caxemira, informaram neste sábado à Agência Efe fontes oficiais.

O diretor-geral da Polícia local, SP Vaid, confirmou à Efe a morte de dois insurgentes no distrito de Pulwama em um confronto que "ainda continua".

Uma fonte do posto de Controle da Polícia disse à Efe que os mortos são Sabzar Ahmad (sucessor de Wani) e Faizan Muzaffar, que foram encurralados por um cordão policial ontem à noite na localidade de Tral e morreram durante um tiroteio que começou esta manhã.

Fontes do hospital de Tral declararam à Efe que receberam, além disso, dez civis feridos que supostamente pertenciam a grupos de civis de simpatizantes dos insurgentes que foram ao local para repreender as forças de segurança.

Em outro incidente registrado ontem, seis insurgentes morreram quando tentavam atravessar para o lado indiano da Caxemira pela Linha de Controle, que serve de fronteira de fato com o Paquistão.

"Seis terroristas que estavam se infiltrando morreram até agora em uma operação que ainda continua", informou hoje à Efe um porta-voz do Exército.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos