Volante do Málaga se une a protestos na Venezuela

Caracas, 30 mai (EFE).- O meia-atacante Juan Pablo Añor, o Juanpi, que joga pelo Málaga, participou nesta terça-feira de protestos contra o governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, que já completam 60 dias, e destacou que a situação do país é bastante difícil.

"É muito complicada (a situação da Venezuela). Obviamente, estamos com a mente voltada para cá, para todos os venezuelanos, e alguém que vive fora está aqui para apoiá-los todos e se somar a eles", disse Juanpi à Agência Efe em uma concentração de opositores no leste de Caracas.

A Venezuela atravessa uma onda de protestos a favor e contra o governo, algumas das quais se tornaram violentas, deixando saldo de pelo menos 59 mortos e centenas de feridos e detidos. Além disso, há uma severa escassez de alimentos básicos e medicamentos.

"Estamos atualmente tentando mudar isso, e esperamos que seja assim, porque há muita expectativa por mudança", acrescentou o jogador de 23 anos.

O meia-atacante vem de uma temporada com altos e baixos, na qual foi prejudicado por uma lesão no púbis, que o obrigou a passar por cirurgia. Depois da operação e da etapa de recuperação, ele considerou que ainda não está 100% fisicamente, mas se disse ansioso pela próxima temporada.

"Como jogador de elite, exijo muito mais de mim. Mas tenho certeza de que após esta operação, esta lesão, certamente tudo será diferente e muito positivo", previu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos