Vários ataques suicidas perto de mesquita na Nigéria deixam 10 mortos

Abuja, 8 jun (EFE).- Pelo menos 10 pessoas morreram e cerca de 40 ficaram feridas em vários atentados suicidas perpetrados perto de uma mesquita em Maiduguri, no nordeste da Nigéria, informaram nesta quinta-feira os meios locais.

Os ataques ocorreram ontem à noite nos arredores de uma mesquita, onde dezenas de fiéis estavam reunidos para as orações do Ramadã.

As explosões, que provocaram pânico entre os presentes nas ruas após o jejum, ocorreram enquanto soldados nigerianos enfrentavam um grupo de terroristas que tentava entrar em Maiduguri, capital do estado de Borno e alvo constante do grupo jihadista Boko Haram.

Alguns testemunhas relataram ao jornal nigeriano "Premium Times" que na mesquita morreram 10 pessoas, enquanto cerca de 40 ficaram feridas e foram levadas a hospitais da cidade.

O Exército nigeriano tentou nos últimos meses recuperar boa parte do território conquistado pelo Boko Haram no nordeste do país, onde os jihadistas querem estabelecer um estado regido pela sharia ou lei islâmica.

O grupo terrorista, debilitado pelos avanços do Exército, recorreu de forma crescente aos atentados suicidas contra civis, alvos mais fáceis que os militares ou as sedes do Governo.

Desde o início da sua campanha em 2009, o terrorismo do Boko Haram tirou a vida de mais de 20 mil pessoas e obrigou mais de duas milhões de pessoas a deixar seus lares na região, segundo números de organizações humanitárias internacionais.

Milhões de pessoas sofrem neste momento com escassez de comida no nordeste da Nigéria, devido à seca e aos efeitos da atividade terrorista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos