Moradores tinham alertado sobre risco de incêndio em prédio de Londres

Em Londres

Uma associação de moradores já tinha alertado sobre as más condições de segurança do bloco de apartamentos Torre Grenfell do oeste de Londres, que pegou fogo por volta das 0h15 desta quarta-feira (horário local, 21h15 de terça-feira em Brasília).

No blog do Grupo de Ação de Grenfell, que é responsável pela proteção oficial dos edifícios e os serviços públicos do bairro de Kensington e Chelsea, afirma hoje que "todas" suas "advertências caíram em ouvidos surdos".

"Os leitores regulares do blog sabem que nos últimos anos postamos numerosas advertências sobre os horríveis padrões de segurança contra incêndios na Torre Grenfell e, geralmente, em todo o bairro", aponta em uma mensagem a organização.

"Dissemos que uma catástrofe como esta era inevitável e só questão de tempo", acrescenta.

A organização fala de diversos textos nos quais já advertia dos riscos de incêndio tanto à Câmara municipal, que é a proprietária deste bloco, como aos administradores da propriedade, a Organização de gestão de residentes de Kensington e Chelsea.

Vários moradores que escaparam com vida do fogo denunciaram que não soaram os alarmes de incêndio no interior do edifício, onde acredita-se que haja várias pessoas presas.

O Grupo de Ação de Grenfell, que foi fundado em 2010 para proteger o bairro contra a especulação imobiliária, afirma no seu blog que durante anos denunciou "o péssimo tratamento recebido pela nossa comunidade" por parte da Câmara municipal e dos administradores.

O bloco afetado, onde os bombeiros seguem com os trabalhos de resgate, está situado em North Kensington.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos