Juiz ordena prisão de 8 suspeitos de atentado em shopping de Bogotá

Bogotá, 30 jun (EFE).- Um juiz de Bogotá ordenou nesta sexta-feira a prisão de oito pessoas suspeitas de participar do atentado terrorista que no último dia 17 de junho deixou três mulheres mortas, entre elas uma francesa, e oito feridos em um shopping da capital colombiana.

"Sólida investigação e imputação dão base à medida de segurança contra os oito sindicados no caso", afirmou a Promotoria na sua conta no Twitter.

A decisão foi tomada ao término da audiência de imputação aos oito suspeitos que foram apontados pelas autoridades como integrantes do Movimento Revolucionário Popular (MRP).

Os envolvidos no atentado terrorista, quatro homens e quatro mulheres, que são investigados por supostos crimes de comum acordo com fins terroristas, homicídio, furto agravado, porte ilegal de armas e sequestro, foram enviados às prisões La Modelo e Buen Pastor, em Bogotá.

No dia 17 de junho foi registrada a explosão de um artefato em um dos banheiros femininos do Shopping Andino, matando a francesa Julie Huynh, de 23 anos, que trabalhava como voluntária em um colégio público da cidade, e as colombianas Ana María Gutiérrez, de 27 anos, e Lady Paola Jaime, de 31.

Os advogados dos oito detidos prometeram recorrer da determinação do juiz ao manifestarem que houve irregularidades de procedimento neste caso, segundo a imprensa local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos