Médico é identificado como autor de disparos dentro de hospital em Nova York

Nova York, 30 jun (EFE).- Um médico efetuou nesta sexta-feira vários disparos dentro de um hospital de Nova York e deixou várias vítimas antes de se suicidar, segundo fontes oficiais e relatórios de meios de comunicação.

A imprensa local identificou o autor dos disparos como Henry Bello, mas ainda são desconhecidos os motivos que o levaram a abrir fogo contra várias pessoas dentro do hospital, algumas delas aparentemente seus colegas, e causar entre cinco e seis vítimas.

Ainda que a princípio tenha sido informada a possibilidade de uma das vítimas ter morrido pelos disparos, o dado não foi confirmado pelas fontes oficiais, que apontaram que o atirador morreu dentro do hospital.

"O autor dos disparos morreu no hospital", disse via Twitter o porta-voz da Polícia de Nova York Peter Donald, sem esclarecer se tinha sido alvejado por policiais ou se tinha se suicidado.

A fonte tinha informado anteriormente que os disparos tinham causado "várias vítimas", sem especificar o número nem a gravidade de seus ferimentos.

Os meios de comunicação locais, no entanto, confirmaram que o atirador tinha se suicidado dentro da unidade médica, de acordo com novas fontes policiais.

A área onde ocorreu o tiroteio, onde havia também várias ambulâncias, está completamente cercada pela polícia.

Testemunhas disseram à Agência Efe que algumas alas do hospital foram evacuadas enquanto os policiais tentavam controlar a situação.

O alerta por este incidente se estendeu rapidamente pela cidade pelo temor de que se tratasse de um atentado terrorista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos