Promotoria francesa acusa Marine Le Pen por apropriação indébita

Paris, 30 jun (EFE).- A Promotoria da França acusou nesta sexta-feira a líder da ultradireitista Frente Nacional (FN) Marine Le Pen por apropriação indébita ao usar uma pessoa dentro do seu partido com fundos públicos do Parlamento Europeu, anunciou o advogado da política.

A acusação se deve ao emprego que Marine, eurodeputada desde 2004, atribuíu a sua chefe de gabinete, Catherine Griset, com fundos que a Eurocâmara proporciona para contratar assistentes parlamentares, assinalaram os meios franceses.

A Promotoria estima que Griset não desempenhou as funções para as quais tinha sido contratada no Parlamento Europeu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos