Tropas afegãs recuperam 2 distritos e eliminam 150 insurgentes talibãs

Cabul, 27 jul (EFE).- As forças de segurança do Afeganistão recuperaram o controle de dois distritos tomados no último domingo pelos talibãs, em combates que causaram a morte de quase 150 insurgentes em todo o país durante as últimas 24 horas.

As tropas tomaram nesta quinta-feira a sede governamental da demarcação administrativa de Taywara, na província de Ghor, no centro do país, um passo definitivo para considerá-la recuperada depois que caiu nas mãos dos talibãs no último dia 23, indicou à Agência Efe um porta-voz do Ministério da Defesa afegão, Muhammad Radmanish.

"Os nossos comandos, que começaram a operação às 6h (horário local, 22h30 de Brasília da quarta-feira), entraram no distrito de Taywara às 9h30 (2h de Brasília) e fizeram os talibãs recuar das áreas capturadas", confirmou a fonte.

As operações, durante as quais foram abatidos vários insurgentes e cinco soldados ficaram feridos, continuam em andamento no sudeste e no leste do distrito.

Durante a tomada de Taywara, os insurgentes mataram mais de 20 civis, vários deles pacientes e médicos de um hospital, e atearam fogo a residências de civis que apoiam as autoridades.

Ontem à noite, as forças afegãs recuperaram o distrito de Kohistan, na província de Faryab, no norte do país, que também foi tomada pelos insurgentes há quatro dias, indicou à Efe o porta-voz do governador provincial, Javid Baidar.

Após ocupar a sede do governo local, as tropas lançaram operações terrestres e aéreas na região, infligindo mais de 30 baixas ao esquadrão talibã e conseguindo normalizar a situação com o envio de um contingente.

Além dos dois distritos já recuperados nas últimas horas, os insurgentes tomaram nos últimos dias Janikhil, na província de Paktia, no leste, e lançaram ataques em vários pontos do país.

Não obstante, as forças afegãs conseguiram repelir esses ataques com operações nas quais morreram 149 insurgentes apenas nas últimas 24 horas, entre eles três integrantes da rede terrorista Al Qaeda e oito jihadistas do Estado Islâmico (EI).

Além disso, outras 116 pessoas ficaram feridas nessas ofensivas, lançadas em 15 das 34 províncias do país, detalhou o Ministério da Defesa afegão em um comunicado.

A maioria das baixas ocorreu nos distritos de Waigal, no nordeste, e Janikhil, que registraram a morte de 45 e 27 talibãs, respectivamente, segundo a nota.

Desde o fim da missão de combate da Otan em janeiro de 2015, os insurgentes vêm ganhando terreno em diversas partes do Afeganistão e na atualmente controlam, têm influência ou disputam com o governo pelo menos 43% do território, segundo dados dos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos