Ao menos 41 pessoas morrem após choque entre trens no Egito

No Cairo

  • AFP

    O acidente aconteceu na área de Jorshed, perto da estação ferroviária do município de Abis, vizinho a Alexandria

    O acidente aconteceu na área de Jorshed, perto da estação ferroviária do município de Abis, vizinho a Alexandria

O número de mortos no choque entre trens ocorrido nesta sexta-feira (11) nos arredores da cidade egípcia de Alexandria aumentou para 41, enquanto outras 132 pessoas continuam hospitalizadas, informou neste sábado (12) o Ministério de Saúde do Egito.

A maioria das vítimas tem ferimentos leves ou moderados e prognóstico estável, mas 12 estão em cuidados intensivos, detalhou o porta-voz do Ministério de Saúde e Moradia, Khaled Muyahid, em declarações ao jornal oficial "Al Ahram".

Outras 47 pessoas que foram atendidas em hospitais após o acidente já receberam alta, acrescentou a fonte.

O acidente aconteceu na área de Jorshed, perto da estação ferroviária do município de Abis, vizinho a Alexandria, quando um dos comboios, procedente do Cairo, bateu em outro trem, que vinha de Port Said (norte) e que estava parado na via.

O Ministério de Transporte anunciou que já se completou o trabalho de liberação das vias e se restabeleceu o tráfego ferroviário em Alexandria, a segunda maior cidade do país.

As avarias, atrasos e acidentes são frequentes na vetusta e mal conservada rede ferroviária do Egito, mas este acidente é o mais grave ocorrido no país desde 2012 e já está sendo investigado pelo Ministério Público e pelo governo.

O maquinista do trem procedente do Cairo, que investiu contra outro comboio, se entregou à polícia e foi transferido à delegacia para ser submetido a um interrogatório.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos