PUBLICIDADE
Topo

Lee se torna quinto furacão de categoria máxima da temporada no Atlântico

27/09/2017 13h38

Miami, 27 set (EFE).- Lee se tornou nesta quarta-feira o quinto ciclone de categoria máxima da temporada de furacões no Atlântico, com ventos máximos sustentados de 185 quilômetros por hora, com rajadas mais fortes, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

O ciclone se encontra cerca de 780 quilômetros ao sudeste das ilhas Bermudaa e 2.845 quilômetros ao oeste dos Açores, em Portugal.

Os meteorologistas apontaram que Lee deve seguir rumo ao norte na quinta-feira e em direção ao nordeste na sexta-feira, e preveem um enfraquecimento lento durante os próximos dois dias, segundo o último boletim do NHC.

Lee se soma aos outros furacões de categoria 5 na escala de intensidade Saffir-Simpson que se formaram nesta temporada no Atlântico: Harvey, José, Irma e Maria, que atingiram principalmente os estados o Texas e a Flórida nos EUA, e Caribe, especialmente Cuba, Porto Rico, as Ilhas Virgens e Dominica.

O ciclone, que atualmente não representa uma ameaça para zonas povoadas, se desloca em direção ao noroeste com uma velocidade de 11 quilômetros por hora e deve continuar esse movimento hoje.

Seus ventos com força de furacão estendem a até 55 quilômetros do centro e os ventos de tempestade tropical estendem até 150 quilômetros, segundo o NHC.