Creche é investigada na China devido a possível caso de abuso de menores

Xangai (China), 23 nov (EFE).- A polícia da China investiga uma creche em Pequim devido a um possível caso de abuso de menores, depois que os pais encontraram marcas no corpo dos seus filhos, informou nesta quinta-feira a imprensa local.

Dezenas de pais se queixaram que seus filhos poderiam estar sendo alvo de abusos, inclusive sexuais, depois de encontrar marcas de agulhas e de confirmar com eles que frequentemente são obrigados a tomar pílulas brancas desconhecidas.

"O meu neto tem três anos e meio. Encontramos marcas de agulhas nas coxas e nas nádegas. Estou muito aborrecido e literalmente tremendo", declarou o avô de uma das supostas vítimas ao jornal local "The Beijing News".

A criança contou que seu professor ameaçou dar-lhe "um tapa" se ele "não tirasse uma soneca".

Outra criança relatou que tomava uma pílula branca antes da hora do descanso todos os dias.

Todos os casos denunciados são de crianças da mesma turma de uma creche da multinacional RYB, na área de Guanzhuang, do distrito de Chaoyang.

As investigações ainda não chegaram a nenhuma conclusão e os vídeos das câmeras de segurança estão sendo analisados, segundo explicou a Polícia local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos