Las Vegas, Orlando e Miami são as cidades "mais pecadoras" dos EUA

Miami, 27 nov (EFE).- Las Vegas, Orlando e Miami são as três cidades "mais pecadoras" dos Estados Unidos, segundo uma classificação realizada a partir de dados estatísticos sobre atividades associadas aos pecados capitais da moral cristã tradicional.

O estudo "As Cidades Mais Pecadoras da América 2017", realizado pela empresa de consultoria WalletHub, identifica, através de uma série de indicadores, como crimes violentos per capita e o consumo excessivo de álcool, que medem as 182 cidades mais "impuras" do país.

A cidade dos cassinos, que, segundo os avisos publicitários, nunca dorme, lidera a classificação com uma pontuação de 59,53.

Apesar de ser a capital do jogo, o pecado predominante em Las Vegas (Nevada) é a vaidade, levando em conta a abundância de salões de beleza, centros de bronzeamento per capita e buscas no Google do "Top 5 em operações estéticas".

Na cobiça, estão à frente de Las Vegas Gulfport (Mississipi) e Rena (Nevada).

Neste caso, o índice é resultado da combinação do número de cassinos per capita, ações de caridade em relação com a renda média da população e o percentual de habitantes com problemas de dependência do jogo (ludomania).

A WalletHub afirma que todos os anos são gastos nos EUA US$ 6 bilhões em tratamentos para a ludomania e procedimentos judiciais relacionados com os jogos de azar.

Neste trecho, o estudo destaca que das 182 cidades estudadas a mais caridosa é Salt Lake City (Utah), a capital dos mórmons.

Richmond (Virgínia) é a número 1 no pecado da luxúria, levando em conta indicadores como o número de estabelecimentos de entretenimento para adultos em relação à população, o potencial número de pessoas que não são fiéis a seus parceiros, o número de gestantes em idade juvenil e a assiduidade no aplicativo para dispositivos móveis Tinder.

Quanto ao pecado da ira, materializado como vingança, crimes violentos, crimes sexuais e assédio escolar, a pesquisa coloca Charleston (Virgínia Ocidental) no topo da lista.

No entanto, são Detroit (Michigan) e Saint Louis (Missouri) as cidades com maiores índices de crimes violentos. Já Irvine, na Califórnia, é a que tem a menor taxa.

Fort Lauderdale, cidade do sul da Flórida próxima a Miami, é a mais invejosa do país se forem levados em conta os índices de roubos, incluídos os de identidade, e fraudes.

A preguiça é outra fraqueza do ser humano segundo o cristianismo e os indicadores escolhidos neste caso, como as horas dedicadas a assistir televisão e a quantidade de pessoas que fazem trabalhos voluntários, mostram Providence (Rhode Island) como a pior da lista.

Sem dúvida, a gula é uma das maiores preocupações dos Estados Unidos, dado o grande número de habitantes que sofrem com a obesidade no país.

No levantamento, este pecado está incluído numa grande seção que inclui "vícios" e "excessos", desde o consumo de opiáceos, maconha, tabaco e álcool, até o número de estabelecimentos de fast-food e o índice de pessoas acima do peso.

Charleston é também a número 1 de todos os excessos e vícios, enquanto Madison (Wisconsin) e Jackson (Mississipi) levantam o troféu em consumo de álcool e no maior número de adultos que não fazem exercícios, respectivamente.

Na classificação geral das cidades "mais pecadoras", Orlando, a cidade dos parques temáticos da Flórida, ocupa o segundo lugar, mas, além disso, é a número 1 em quantidade de delinquentes sexuais, segundo o estudo.

Miami, terceira na classificação geral, é a número 1 quanto a potenciais infiéis, levando em conta o número de visitas de usuários desta cidade registradas no site Ashley Madison, a rede social para pessoas casadas que buscam aventuras com outras pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos