PUBLICIDADE
Topo

Produtor Gary Goddard é acusado de abusar de 8 crianças na década de 1970

20/12/2017 19h02

Los Angeles (EUA), 20 dez (EFE).- Oito pessoas acusaram o produtor americano Gary Goddard de ter abusado sexualmente delas quando eram crianças, informou o jornal "Los Angeles Times".

Diretor do filme "Mestres do Universo" (1987) é mais uma figura de Hollywood envolvida em um escândalo sexual, uma polêmica que começou com o também produtor Harvey Weinstein e chegou a grandes nomes do cinema, como Kevin Spacey e Dustin Hoffman.

Na década de 1970, Goddard trabalho na cidade de Santa Bárbara, na Califórnia, com jovens que queriam ser atores de cinema. Foi na época que os abusos teriam ocorrido, de acordo com os denunciantes.

Anthony Edwards, ator conhecido por ter trabalhado na série "ER" ("Plantão Médico"), acusou Goddard de abuso em novembro. A denúncia fez com que outras pessoas compartilhassem suas experiências traumáticas com o produtor.

"É um homem que se sente atraído pelas crianças pequenas da maneira mais doentia (...). Era um horror porque ele manipulava as mentes e os corações de jovens", disse Edwards.

Mark Driscoll, ex-ator, afirmou que Goddard abusou dele repetidas vezes ao longo de três anos.

Procurado pelo "Los Angeles Times", Goddard se negou a falar com o jornal. Seu porta-voz, Sam Singer, negou as acusações ao afirmar que eles estão cheias de "insinuações e boatos".