Tempestade tropical deixa pelo menos 11 mortos em Moçambique

Maputo, 24 jan (EFE).- Pelo menos 11 pessoas morreram e outras 80 mil foram afetadas pela tempestade tropical que castigou na semana passada o norte de Moçambique, onde os serviços de saúde lutam também contra um surto de cólera derivado do desastre ocasionado, informaram nesta quarta-feira fontes oficiais.

Entre as vítimas mortais, nove morreram pelo desmoronamento de muros e moradias, e outra foi arrastada pelas águas na província de Nampula.

O outro morto restante perdeu a vida na região de Cabo Delgado, também em consequência das intensas precipitações, segundo atualizou hoje o porta-voz do Instituto Nacional de Gestão de Desastres Naturais (INGC, sigla em português), Paulo Tomás.

O número total de afetados por este fenômeno é de 80.331 e quase 9 mil casas moradias foram destruídas ou sofreram danos graves, junto a cerca de 500 escolas.

Os serviços de emergência combatem, além disso, a aparição de casos de cólera, especialmente em Nampula, onde foram diagnosticados 1.521 casos e pelo menos uma pessoa perdeu a vida.

No total, Moçambique acumula 25 mortes relacionadas com fenômenos atmosféricos desde o início da temporada de chuvas, em outubro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos