Polícia britânica prende 13 acusados de escravizar pessoas do Leste Europeu

Londres, 25 jan (EFE).- Ao todo, 13 pessoas foram presas no Reino Unido suspeitas de praticar escravidão moderna por explorar trabalhadores do Leste Europeu, revelou nesta quinta-feira a Polícia britânica.

As detenções aconteceram no distrito de Handsworth, perto da cidade de Birmingham, no norte do país, depois que agentes de West Midlands fizeram várias ações simultâneas em imóveis da região. A operação faz parte de uma investigação para esclarecer como os suspeitos - todos poloneses - traziam pessoas do Leste Europeu para o Reino Unido, onde recebiam baixos salários. Os 13 detidos - nove homens e quatro mulheres -, com idades entre 18 e 60 anos, serão interrogados.

Além das investigações nos imóveis, os agentes apreenderam um micro-ônibus que transportava vítimas de exploração. Delas, três homens e duas mulheres também da Polônia foram levadas a um centro de acolhimento.

Segundo o sargento Phil Poole, que participou dos trabalhos, as detenções ilustram o objetivo da Polícia de acabar com práticas de "pessoas cruéis de fazer dinheiro à custa da miséria dos outros".

"Não existe espaço para a exploração de pessoas e não titubearemos na hora de adotar medidas firmes e decisivas para acabar com isso", acrescentou ele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos