PUBLICIDADE
Topo

Supremo venezuelano ordena exclusão da MUD da validação eleitoral

25/01/2018 23h34

Caracas, 25 jan (EFE).- O Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) da Venezuela ordenou nesta quinta-feira que o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) exclua a aliança opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) do processo de validação das cédulas eleitorais, que será realizado no próximo final de semana.

"Ordenamos que a CNE exclua a MUD no processo de renovação convocado, em razão da sua conformação obedece o agrupamento de diversas organizações políticas já renovadas e outras pendentes de renovação que poderão participar do processo eleitoral nacional", diz a sentença.

O máximo tribunal venezuelano alega que permitir a validação do cartão unitário da MUD vai contra "abertamente (de) a proibição da dupla militância".