Cerca de 300 pessoas são detidas após distúrbios em Teerã

Teerã, 20 fev (EFE).- Cerca de 300 simpatizantes de um grupo sufi foram detidos após protagonizar enfrentamentos com as forças de segurança no norte de Teerã, que causaram a morte ontem à noite de cinco agentes, informou nesta terça-feira o porta-voz da Polícia, Said Montazerol Mahdi.

Os agentes foram atropelados perto de uma delegacia por um carro dos manifestantes, seguidores do grupo sufi Dervishes de Gonabadi, que protestavam pela recente detenção de um dos seus veteranos membros.

Os manifestantes também destruíram patrimônio público, automóveis estacionados na zona e algumas casas durante os distúrbios que se prolongaram até a madrugada de hoje, acrescentou o porta-voz.

Os Dervishes de Gonabadi, que praticam a doutrina sufi do Islã, sofreram perseguição e discriminação pelas suas crenças por parte das autoridades iranianas.

Vários vídeos difundidos ontem nas redes sociais mostram centenas de pessoas reunidas, containers incendiados e o momento em que o carro atropela os policiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos