Passagem entre Egito e Gaza ficará aberta por 4 dias

Gaza, 21 fev (EFE).- O Egito e as autoridades palestinas em Gaza anunciaram nesta quarta-feira que a passagem de Rafah será aberta durante quatro dias, a partir de hoje, para permitir o tráfego em ambas direções.

O movimento islamita Hamas e o embaixador palestino no Cairo, Deyab Alouh, informaram em um comunicado que o cruzamento ficará aberto e será permitido o trânsito de doentes, estudantes e pessoas com dupla nacionalidade, bem como a entrada a Gaza de residentes palestinos que estavam no lado egípcio.

A fronteira, habitualmente fechada desde que no Egito chegou ao poder Abdelfatah al Sisi em 2014, abriu pela última vez em 7 de fevereiro durante três dias.

A Autoridade de Cruzamentos e Fronteiras está nominalmente sob controle da Autoridade Nacional Palestina (ANP), após o acordo de reconciliação assinado no Cairo em outubro entre o partido nacionalista Fatah e o Hamas, pelo qual este último tinha que devolver gradualmente o poder no território ao governo palestino.

No entanto, apesar da responsabilidade formal, o Hamas mantém o controle da segurança em Gaza, por isso que coordena as solicitações de viagem e o trajeto para o cruzamento em Rafah e, portanto, as saídas e entradas ao território.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos