Homem detido na França é indiciado e preso pelos atentados na Catalunha

Paris, 23 fev (EFE).- Um dos três detidos na terça-feira passada no sul da França por sua possível vinculação com os ataques jihadistas de agosto do ano passado em Barcelona e Cambrils, na Espanha, foi indiciado e preso, informaram nesta sexta-feira à Agência Efe fontes judiciais.

O homem, nascido em 1986, foi acusado por associação criminosa de malfeitores com fins terroristas.

O suspeito foi detido na terça-feira passada na cidade de Albi, no departamento do Tarn, em uma operação realizada pelos serviços secretos franceses em coordenação com as forças da ordem espanholas.

Os outros dois detidos ficaram em liberdade por falta de elementos que os incriminassem.

Essa operação, realizada a pedido de uma comissão rogatória lançada pela Espanha, aconteceu no marco de uma investigação aberta pela Justiça francesa no último dia 31 de janeiro em relação com os ataques de 17 e 18 de agosto na comunidade autônoma espanhola da Catalunha por tentativas de assassinato e terrorismo.

Segundo o Ministério do Interior espanhol, as detenções pretendiam esclarecer supostos vínculos com Driss Oukabir, um dos membros da célula terrorista, atualmente na prisão.

Poucos dias depois dos ataques de Barcelona e Cambrils, se soube que vários membros da célula tinham viajado para Paris apenas uma semana antes e passaram uma noite em um hotel nos arredores da capital.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos