PUBLICIDADE
Topo

Holandeses dizem que míssil que derrubou avião malaio foi lançado pela Rússia

24/05/2018 07h31

Haia, 24 mai (EFE).- O míssil que derrubou o avião da Malaysia Airlines, no leste da Ucrânia, em 2014, foi lançado por uma "brigada do Exército da Federação Russa", confirmou nesta quinta-feira a equipe de investigadores holandeses.

O promotor holandês, Fred Westerbeke, afirmou que os investigadores "fizeram um grande progresso com a identificação de aproximadamente 100 pessoas envolvidas no fato", embora, afirmou, que as investigações "estão longe de terminar".

A brigada 53 estava baseada em Kursk, no Oeste da Rússia e, menos de um mês antes do ataque ao avião MH17, um comboio de seis veículos, todos fazendo parte do Exército russo - porque tinham o número de identificação -, levaram o míssil para a fazenda de onde foi lançado.

Em entrevista coletiva em Haia, a equipe de investigadores mostrou vídeos e fotografias do momento no qual o comboio de veículos militares russos levava as seis partes do míssil e afirmou que estas imagens formam "uma impressão digital".

A Promotoria assegurou que ainda "não se pode confirmar por que o míssil foi lançado" contra o avião para provocar a tragédia que matou quase 300 pessoas que estavam a bordo.

O órgão também não quis dar os nomes das pessoas identificadas, mas afirmou que elas "serão levadas à Justiça holandesa", que julgará o ocorrido quando esta equipe de investigadores concluir seus trabalhos.