PUBLICIDADE
Topo

Ex-chefe de capangas de Pablo Escobar é detido na Colômbia

25/05/2018 13h33

Bogotá, 25 mai (EFE).- As autoridades da Colômbia detiveram nesta sexta-feira o ex-chefe dos capangas de Pablo Escobar, Jhon Jairo Velásquez Vásquez, conhecido como "Popeye", informaram fontes da promotoria.

O prefeito de Medellín, Federico Gutiérrez, confirmou a notícia através de sua conta do Twitter e felicitou tanto a divisão da promotoria dedicada à luta contra o crime organizado como à polícia nacional e à polícia dessa cidade.

Apesar de ainda não terem sido revelados mais detalhes sobre o caso, o jornal "El Tiempo" detalhou que "Popeye" foi detido quando compareceu às instalações da sede da Promotoria no complexo da Alpujarra de Medellín.

Em 22 de maio, o senador Iván Cepeda, do partido esquerdista Polo Democrático Alternativo (PDA), denunciou perante a Promotoria "Popeye", pelas suas constantes ameaças a seguidores do candidato presidencial Gustavo Petro.

"Popeye" esteve preso por mais de 23 anos e manifestou em diversas entrevistas que se reintegrou à sociedade.

Nos últimos anos, tinha se transformado em um fenômeno no Youtube, onde se chama "Popeye arrependido", e perante vários veículos de imprensa de todo o mundo que o entrevistaram mostrava uma suposta nova atitude e contava sua história ao lado de Escobar.

No meio de uma gravação com um grupo de jornalistas no ano passado, o ex-chefe de sicários chegou a sair do veículo no qual viajava e ameaçar uma mulher que tinha lhe chamado de "assassino" desde uma motocicleta cuja placa chegou a fotografar.

Em 9 de dezembro, a Promotoria da Colômbia pediu a revogação da liberdade condicional de "Popeye" após ser visto em uma festa na qual foi detido Juan Carlos Mesa, conhecido como "Tom", um dos narcotraficantes mais procurados do país.