Harvey Weinstein enfrenta acusações de estupro e abusos sexuais

Nova York, 25 mai (EFE).- A polícia de Nova York confirmou nesta sexta-feira que o produtor de Hollywood Harvey Weinstein enfrenta acusações de estupro e abusos sexuais, entre outras.

Weinstein se entregou hoje em uma delegacia de Nova York para ficar à disposição da Justiça, meses depois que dezenas de mulheres o acusarem de assédio e abuso sexual.

O produtor de Hollywood, que caiu em desgraça por essas denúncias, ficou detido e depois que foi concluído o registro policial deixou a delegacia com as mãos algemadas às costas e sorrindo para os jornalistas.

Em comunicado, a polícia de Nova York disse que as acusações levantadas contra ele são o resultado de uma investigação conjunta entre a polícia da cidade e a promotoria do distrito de Manhattan.

Desde que surgiram na quinta-feira as primeiras informações sobre a decisão de Weinstein de se entregar hoje às autoridades, não se sabia concretamente que ele seria acusado assim que ficasse à disposição da Justiça.

Em seu comunicado, o Departamento de Polícia de Nova York (NYPD, na sigla em inglês) confirmou que Weinstein foi detido pelas acusações de estupro, crime sexual, abusos sexuais e maus tratos sexuais por incidentes denunciados por duas mulheres, separadamente.

Embora a nota não apresente a identidade, pode se tratar da atriz Paz de la Huerta, que denunciou ter sido estuprada em 2010, e da estudante universitária e aspirante a atriz Lucia Evans, que disse ter sido obrigada a praticar sexo oral no produtor em 2004.

Na nota, o NYPD "agradece a essas valentes sobreviventes por se apresentarem publicamente e buscar justiça".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos