Fortes tempestades deixam mais de 500 mil pessoas sem energia no Chile

Santiago (Chile), 29 mai (EFE). Cerca de 500 mil pessoas estão sem energia no Chile devido às fortes chuvas que afetaram o centro e o sul do país nesta terça-feira.

Na região metropolitana de Santiago, capital do país, mais de 280 mil pessoas não têm luz, informou a prefeita da cidade, Karla Rubilar. Em San José de Maipo, as autoridades restringiram o acesso à Cordilheira dos Andes por causa da nevasca que atinge a região.

Além disso, a falta de energia em Santiago provocou um caos no trânsito em várias avenidas da cidade, de 7,1 milhão de pessoas.

Diretores da Enel, a empresa de distribuição de energia elétrica do Chile, explicaram que o problema está em Santiago. No entanto, as equipes estão tendo dificuldades para corrigir as falhas.

Na cidade de Tomé 90, no sul do país, 90 imóveis foram afetados por inundações. Em Los Angeles e Concepción, as autoridades locais decidiram suspender as aulas em algumas escolas.

O prefeito de Valparaíso, Jorge Martínez, fechou os portos da cidade para embarcações menores por precaução em virtude dos fortes ventos, de até 60km/h, registrados na região.

O diretor do Escritório Nacional de Emergência (Onemi), Ricardo Toro, lamentou em comunicado a situação de imóveis no sul do país e informou que todas as passagens para a Argentina através da Cordilheira dos Andes estão fechadas até nova ordem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos