Ataque ao Ministério do Interior do Afeganistão termina com 11 mortos

Cabul, 30 mai (EFE).- O ataque realizado nesta quarta-feira contra a sede do Ministério de Interior do Afeganistão na capital Cabul terminou após um enfrentamento de aproximadamente duas horas no qual morreram os dez insurgentes que participaram da ação e um policial, enquanto cinco membros das forças de segurança ficaram feridos.

"Todos os agressores que participaram do ataque de hoje contra o Ministério do Interior morreram. O ataque terminou", garantiu à Agência Efe o porta-voz da polícia de Cabul, Hashmat Stanekzai, que evitou dar mais detalhes.

O ataque ao novo complexo do Ministério do Interior começou por volta das 12h locais (4h30 em Brasília), quando um insurgente suicida detonou os explosivos que levava junto ao corpo na entrada, abrindo passagem para outros nove insurgentes vestidos com uniformes militares, afirmou aos veículos de imprensa locais o porta-voz do Ministério do Interior, Najib Danish.

Sete dos insurgentes morreram durante os enfrentamentos com as forças de segurança e os outros se suicidaram ao detonarem os explosivos que levavam junto ao corpo, detalhou Danish, que acrescentou que um policial morreu e outros cinco ficaram feridos.

Os insurgentes tentaram avançar para além da primeira entrada do complexo, mas se depararam com uma forte resposta por parte das forças de segurança, explicou o porta-voz ministerial.

"A situação voltou à normalidade e está sob controle. Todos os funcionários que estavam no interior do ministério durante o ataque foram retirados do local e enviados para casa", afirmou Danish.

As forças de segurança estão tentando agora limpar a área, já que os coletes com explosivos de alguns dos insurgentes ainda não foram desativados, concluiu o porta-voz.

Cabul foi alvo de vários ataques suicidas neste ano, o mais grave foi registrado em janeiro quando os talibãs fizeram uma ambulância-bomba explodir perto do antigo Ministério do Interior, onde ainda operam algumas dependências oficiais, o que deixou mais de 100 mortos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos