PUBLICIDADE
Topo

"Arma" de detido em frente ao palácio de Buckingham era um chaveiro

Rainha Elizabeth II não estava no palácio quando o homem foi detido pela polícia - Dominic Lipinski/PA via AP
Rainha Elizabeth II não estava no palácio quando o homem foi detido pela polícia Imagem: Dominic Lipinski/PA via AP

Da EFE, em Londres

24/09/2018 07h23

Um holandês detido no domingo em frente ao palácio de Buckingham sob suspeita de portar uma arma foi libertado sem acusações ao ser confirmado que se tratava de um chaveiro, informou hoje a Polícia Metropolitana de Londres (MET, ou Scotland Yard).

Veja também:

A MET explicou que o turista de 38 anos foi liberado ontem à noite depois de ficar comprovado que sua posse "do dispositivo" de baixa potência e que era parte de um chaveiro tinha sido "apenas um erro", e o homem não representava "nenhuma ameaça".

A Polícia lembrou aos que visitam o Reino Unido que "devem assegurar-se de que qualquer objeto que portem tem de se ajustar à legislação britânica", o que inclui "navalhas ou dispositivos de tipo taser (pistola elétrica)".

A Scotland Yard deteve no domingo o suposto suspeito na entrada do palácio de Buckingham, residência oficial em Londres da rainha Elizabeth II, depois de ser alertada pelo pessoal de segurança do local, que detectou um homem que supostamente levava uma arma taser.

A rainha, de 92 anos, está estes dias em sua residência do castelo de Balmoral, na Escócia, onde passou cerca de um mês e meio de férias de verão, segundo a imprensa, e deve retornar a Londres esta semana.