PUBLICIDADE
Topo

Comitê do Senado dos EUA aprova juiz indicado por Trump à Suprema Corte

28/09/2018 16h39

Washington, 28 set (EFE).- Indicado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, à Suprema Corte do país, o juiz Brett Kavanaugh recebeu nesta sexta-feira a aprovação do comitê de Justiça do Senado, um passo muito importante para ter sua nomeação confirmada - mesmo após ser recentemente acusado de cometer abusos sexuais.

Composto em sua maioria por membros do Partido Republicano, o mesmo de Trump, o comitê deu aval à indicação por um placar de 11 votos a favor e 10 contra. Com o cumprimento deste trâmite, a indicação de Kavanaugh seguirá agora para votação no plenário do Senado.

Ontem, uma das três mulheres que acusam Kavanaugh de abuso sexual, a professora de psicologia Christine Blasey-Ford, prestou depoimento no próprio Senado e confirmou ter sido atacada por ele há 36 anos, quando ela tinha 15 anos, e o agora magistrado, 17.

Na sessão que culminou com o aval ao juiz, parlamentares do Partido Democrata acusaram os correligionários de Trump de ignorarem a suposta vítima e insistiram sobre a necessidade de o FBI investigar as denúncias. A líder da legenda no comitê, Dianne Feinstein, também criticou a postura desafiadora de Kavanaugh em seu pronunciamento de ontem no Senado.

"Nunca vi um nomeado para qualquer posição se comportar dessa maneira. O juiz Kavanaugh usou uma retórica tão politizada como meus companheiros republicanos. E, mais importante, partiu para a ofensiva", enfatizou.