PUBLICIDADE
Topo

Promotoria saudita enviará à Turquia depoimentos de detidos no caso Khashoggi

28/10/2018 14h12

Ancara, 28 out (EFE).- A promotoria saudita repassará às autoridades turcas os depoimentos dos 18 detidos no caso do assassinato do jornalista crítico Jamal Khashoggi no consulado da Arábia Saudita em Istambul, segundo informam meios de comunicação locais.

A emissora "CNNTürk" afirmou que o promotor saudita chegará provavelmente hoje a Istambul e que o encontro com seus colegas turcos poderia acontecer amanhã.

A expectativa é que nessa reunião sejam repassados à Turquia os depoimentos dos 18 detidos na Arábia Saudita com relação com o desaparecimento e a morte de Khashoggi no último dia 2 no consulado saudita.

Ancara anunciou que pedirá a extradição desses detidos para que sejam julgados pela Justiça turca, uma possibilidade que Riad já rejeitou.

As autoridades turcas, por sua parte, compartilharão com o promotor saudita o resultado da investigação e as operações efetuadas até agora.

Por sua parte, o jornal "Hürriyet Daily News" informa hoje que a polícia turca inspecionou as águas e o esgoto na rua onde se encontra o consulado, dentro da busca de pistas sobre o paradeiro dos restos do jornalista.

A Arábia Saudita reconheceu que Khashoggi foi assassinado no consulado e que seu corpo foi entregue depois a um colaborador local em Istambul.

Vários meios de comunicação turcos assinalam hoje que dois veículos de propriedade do consulado foram limpados a fundo em uma empresa de lavagem de carros.