PUBLICIDADE
Topo

Menor palestino morre por disparo israelense em protestos em Gaza

21/12/2018 14h06

Gaza, 21 dez (EFE).- Um menor palestino morreu e 12 pessoas ficaram feridas nesta sexta-feira por disparos do Exército israelense nos protestos semanais que ocorrem desde março na Faixa de Gaza junto à fronteira com Israel.

O Ministério de Saúde informou que Mohammed Yayiuh, de 16 anos, morreu após ser atingido por um disparo no pescoço, efetuado pelos soldados que estão destacados junto à divisa com a Faixa.

A 39ª Grande Marcha do Retorno deixou também 20 feridos, 12 deles por fogo real e nove por inalação de gás lacrimogêneo do Exército israelense, entre eles um jornalista e um paramédico.

Esta convocação é realizada depois de uma relativa calma após o pico de tensão da semana passada na qual o movimento islamita Hamas, que controla o enclave, chamou um Dia da Ira na sexta-feira, no qual morreu um palestino em protestos perto de Ramala.

A convocação coincidiu com o 31° aniversário do movimento e aconteceu após vários ataques palestinos na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental ocupada que deixaram três israelenses mortos: dois soldados e um recém-nascido prematuramente depois que de sua mãe ser atingida por disparos.

Ontem à noite, um palestino morreu por fogo israelense em um posto de controle militar do território ocupado da Cisjordânia, em um incidente que está sendo investigado pelo Exército.

Além disso, durante a semana passada, um agressor palestino morreu por disparos da polícia israelense no momento de um ataque em Jerusalém Oriental ocupada, e outros dois durante operações de busca na Cisjordânia. EFE