PUBLICIDADE
Topo

Emboscada do Boko Haram deixa 13 soldados e 1 policial mortos na Nigéria

26/12/2018 13h15

Abuja, 26 dez (EFE).- O Exército da Nigéria informou nesta quarta-feira que 13 e um policial morreram no último dia 24 em uma emboscada do grupo jihadista Boko Haram na região nordeste do país.

A ação aconteceu quando as tropas trabalhavam na estrada que liga as cidades de Maiduguri e Damaturu, de acordo com o porta-voz militar Onyema Nwachukwu, que não informou quantos terroristas podem ter morrido.

O Exército nigeriano foi duramente criticado nos últimos meses por não admitir as suas baixas. Só em novembro, os ataques de Boko Haram deixaram pelo menos 39 militares mortos, mas o órgão manteve silêncio durante dias, apesar dos diversos rumores de até 100 soldados mortos.

Embora o governo nigeriano insista em dizer que o Boko Haram está desmobilizado e que os terroristas perderam terreno, a violência contra alvos militares e civis aumentou nos últimos meses.

A região nordeste da Nigéria está imersa em um estado de violência provocado pelas ações de Boko Haram, que desde 2009 luta para impor um Estado de linha islâmica na Nigéria, país de maioria muçulmana no norte e predominantemente cristão no sul. Esta guerra já deixou mais de 20 mil pessoas mortas e provocou o deslocamento de ao menos 2 milhões de cidadãos. EFE