PUBLICIDADE
Topo

No Panamá, papa cita vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho

27/01/2019 15h26

Cidade do Panamá, 27 jan (EFE).- Após a oração do Ângelus no Panamá neste domingo, o papa Francisco expressou tristeza pela tragédia provocada pelo rompimento da barragem na Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, Minas Gerais, que já deixa 37 pessoas mortas.

"Confio à misericórdia de Deus todas as pessoas falecidas. Ao mesmo tempo, rezo pelos feridos e expresso meu afeto e proximidade espiritual a seus familiares e a toda a população", disse o pontífice no Lar do Bom Samaritano Juaz Díaz, na Cidade do Panamá.

O número de mortos após a ruptura da barragem da Vale na sexta-feira passada subiu para 37 neste domingo, de acordo com o Corpo de Bombeiros. O número de desaparecidos ainda é desencontrado.

O papa Francisco chegou ao Panamá em 23 de janeiro para cumprir uma intensa agenda pastoral por ocasião da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e ainda hoje voltará para o Vaticano. EFE