PUBLICIDADE
Topo

JIHADISTAS ESTADO ISLÂMICO

22/03/2019 19h37

Por ocasião da queda do califado do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), anunciada nesta sexta-feira pelo governo dos Estados Unidos, a Agência Efe envia uma série especial com os seguintes conteúdos:.

BAGHDADI - Cairo - As incógnitas em torno do líder do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al Baghdadi, são incontáveis e aumentam agora que perdeu o "califado" que ele proclamou em junho de 2014 na cidade iraquiana de Mossul e que se expandia até a Síria.

VÍTIMAS - Cairo - O final do "califado" do Estado Islâmico (EI) põe fim ao reinado de terror de um grupo que fez um uso de uma propaganda sem precedentes para exibir seus métodos macabros na internet e em redes de televisão de todo o mundo.

EUROPA - Paris - Desde a criação do califado do Estado Islâmico (EI), em junho de 2014, a própria organização jihadista e combatentes que diziam agir em seu nome fizeram da Europa um alvo preferencial, frequentemente invocando o envolvimento de países do continente na coalizão internacional contra o grupo.

SÍRIA - O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) será obrigado a voltar às sombras da clandestinidade depois de perder os últimos territórios na Síria e no Iraque, nos quais proclamou um califado e implantou o terror a partir de 2014.

REFUGIADOS - Paris - Além da dor pela perda de um filho capitaneado pelo Estado Islâmico (EI) e do estigma gerado pela rejeição social, um grupo de avôs e avós franceses têm um terceiro drama: a distância dos netos retidos em campos de refugiados curdos. EFE