PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump se reúne em Londres com líder do Partido do Brexit

27.maio.2019 - Nigel Farage, líder do partido do Brexit - Reuters
27.maio.2019 - Nigel Farage, líder do partido do Brexit Imagem: Reuters

04/06/2019 15h08

O líder do Partido do Brexit, Nigel Farage, revelou nesta terça-feira que se reuniu com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante a visita de Estado realizada pelo governante americano ao Reino Unido.

"Boa reunião com o presidente Trump", afirmou no Twitter o líder do partido eurofóbico, que foi fotografado nesta tarde em um veículo quando entrava na residência do embaixador americano na capital britânica, onde o governante americano está hospedado.

Farage, que ganhou as últimas eleições ao Parlamento Europeu no Reino Unido com 32% dos votos, ressaltou que Trump "acredita no Brexit" e que está "encantado com sua viagem a Londres".

"Foi uma reunião particular, mas o que posso dizer é que ele estava em plena forma, exuberante. Acredita totalmente no Brexit e acha que é o melhor que este país pode fazer. Obviamente, está preocupado porque está demorando muito tempo", disse Farage à emissora de rádio "LBC".

Nesta manhã, Trump teve uma conversa por telefone com o ex-ministro das Relações Exteriores, Boris Johnson, embora o político conservador tenha se recusado a se reunir pessoalmente, segundo revelaram meios de comunicação britânicos.

Antes de iniciar a visita de três dias a Londres, Trump elogiou Farage e Johnson, dois dos políticos britânicos que veem com bons olhos uma saída não negociada da União Europeia (UE).

"Nigel Farage é meu amigo. Boris é meu amigo. Os dois são bons meninos, pessoas muito interessantes", disse Trump.

A expectativa é que o presidente americano também converse durante sua viagem a Londres, que termina amanhã, com o ministro das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, e com o de Meio Ambiente, Michael Gove, ambos apontados, juntos com Johnson, entre os favoritos para suceder a primeira-ministra, a conservadora Theresa May.

A chefe de governo materializará sua saída como líder do Partido Conservador na próxima sexta-feira, o que abrirá um processo de primárias que terminará em meados de julho, quando o novo líder da legenda assumirá também a chefia do governo.

Donald Trump recomenda calote e Brexit sem acordo

Band Notí­cias

Internacional