Topo

Erdogan se reunirá com Macron, Johnson e Merkel para tratar da Síria

18/10/2019 12h18

Bruxelas, 18 out (EFE).- O presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou nesta sexta-feira que ele, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, se reunirão nas próximas semanas com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, após a ofensiva de Ancara na Síria.

"É importante que possamos nos reunir e coordenar, pelo menos entre os três europeus e a Turquia", afirmou Macron, acrescentando que se deve "tentar não apenas entender, mas também até aonde a Turquia pode ir e como levá-la para posições mais razoáveis que permitam a articulação de seus objetivos na área de segurança interna, respeitando nossas agendas, bem como a solidariedade na Otan".

Em entrevista coletiva após a cúpula europeia que chegou ao fim hoje em Bruxelas, Macron disse que esta reunião também permitirá analisar "o que a Otan pode e deve ser no momento em que vivemos", já que os quatro países pertencem à Aliança.

Embora o presidente francês não tenha revelado quando seria a reunião, a cúpula dos líderes da Otan deste ano será realizada em Londres, nos dias 3 e 4 de dezembro.

Ele acrescentou que a ofensiva turca no nordeste é "uma falha grave do Ocidente e da Otan na região".

"Acho que isso enfraquece permanentemente nossa credibilidade em encontrar parceiros que lutam ao nosso lado, pensando que serão protegidos de forma duradoura", comentou.

Apesar do cessar-fogo acordado ontem entre Turquia e Estados Unidos, os curdos acusaram hoje Ancara de violar a trégua, algo negado por Erdogan. EFE

Notícias