PUBLICIDADE
Topo

Iberoamérica destaca papel da inovação e cooperação no combate ao coronavirus

01/07/2020 15h31

"Os participantes da reunião extraordinária apresentaram suas experiências para colocar a ciência, a tecnologia e a inovação a serviço da saúde.

O ministro de Presidência, Economia e Empresas de Andorra, Jordi Gallardo, destacou que a cooperação entre países pode tornar ações mais eficazes "para proteger os cidadãos, o sistema de saúde pública e a economia".

A Secretária Geral Ibero-Americana, Rebeca Grynspan, disse que a crise mostrou o "valor da ciência, da tecnologia e da inovação para salvar vidas".

A Secretaria Pro Tempore de Andorra (SPT) e a Secretaria Geral Ibero-americana (Segib) organizaram, nesta terça-feira, uma reunião extraordinária de alto nível de ciência, tecnologia e inovação contra a crise do novo coronavírus. Realizada por teleconferência, ela foi preparatória para a XXVII Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo e inicialmente não estava prevista, mas foi decidido que aconteceria, levando-se em conta o contexto da pandemia.

Ministros e outros representantes de alto escalão dos 22 países que fazem parte da Conferência Ibero-Americana compartilharam experiências sobre a aplicação da ciência, da tecnologia e da inovação para enfrentar a pandemia e suas consequências. O encontro (que teve três eixos temáticos: pesquisa biomédica, inteligência artificial e saúde pública; inovação tecnológica e reprogramação industrial; e sociedade digital) nasceu como um fórum onde poderiam ser "compartilhadas as lições aprendidas e a aprender", segundo o ministro de Presidência, Economia e Empresas de Andorra, Jordi Gallardo, que destacou o fato de que foram apresentadas experiências sobre como cada país tem colocado ciência, tecnologia e inovação "a serviço da saúde" e como esses elementos têm ajudado na gestão da crise sanitária. Neste sentido, os três eixos temáticos da reunião evidenciaram pontos em comum entre os países nesta luta contra o coronavírus e também desafios compartilhados, e com isso chegou-se à conclusão da necessidade de maior cooperação no espaço ibero-americano.

Quanto à atual presidência da Conferência Ibero-Americana, Andorra apresentou e colocou à disposição dos países ibero-americanos o "modelo" de duplo rastreamento populacional que, como explicado pelo ministro da Saúde, Joan Martinez Benazet, tem tido "uma vertente científica e também diagnóstica", uma vez que serviu não só para detectar casos que não haviam sido detectados, como também para "conhecer melhor" a doença. Este estudo, destacou o ministro andorrano, será colocado à disposição da comunidade científica internacional para que haja um maior conhecimento sobre a Covid-19. Em Andorra também foi destacado o fato de que apesar de ter uma incidência da doença de 1.100 casos por cada 100.000 habitantes, ou seja, semelhante à das grandes capitais europeias, o sistema de saúde não entrou em colapso. Esse fato assim ocorreu, como enfatizado pelo ministro da Saúde, graças à gestão da crise por parte do país.

Os demais países participantes da reunião extraordinária apresentaram suas experiências em um debate que, conforme destacou Gallardo, tinha como uma das finalidades reforçar a ideia da cooperação, defendendo que, "juntos", os países podem ser "mais eficazes para proteger os cidadãos, o sistema de saúde pública e a economia" e ainda mais se buscarem soluções inovadoras. Neste sentido, o ministro andorrano de Presidência, Economia e Empresas reforçou a ideia de que a partir desta crise possam sair novas oportunidades. Assim, países como a Espanha, através de seu ministro de Ciência e Inovação, Pedro Duque, expuseram projetos que estão sendo promovidos, como o trabalho para conseguir uma vacina contra o coronavírus antes do fim do ano.

Em relação às evidências desta crise, a Secretária Geral Ibero-americana, Rebeca Grynspan, declarou que a pandemia atual ressaltou a "necessidade de dispor de sistemas de saúde robustos" e também de investir os recursos necessários em ciência e tecnologia. Grynspan afirmou que a crise mostrou o "valor da ciência, da tecnologia e da inovação para salvar vidas" e encarar os desafios econômicos e sociais, e quis enfatizar o valor da solidariedade e da cooperação para superar a situação atual. Ela também destacou que a Secretaria Geral Ibero-americana "renovou o compromisso com a cooperação" e com a Agenda 2030.

Mais informações

Serviços de comunicação e imprensa da XXVII Cúpula Ibero-americana - Andorra 2020 Fundação Cúpula Ibero-americana

prensa@ciba2020.ad

+376 875700 - ext. 1376

Twitter: @cumbreiberoa

Facebook: https://es-la.facebook.com/CumbreIberoA/

LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/cumbre-andorra-2020/

Instagram: @cumbreiberoa

http://www.cumbreiberoamericana2020.ad

#Andorra2020 | #CaminoAlaCumbre"

A

GÊNCIA EFE S.A.não se responsabiliza pela informação que contém esta mensagem e não assume nenhuma responsabilidade perante terceiros sobre o seu conteudo total, estando igualmente desresponsabilizada da entidade autora do mesmo.