PUBLICIDADE
Topo

Mundo ultrapassa marca de 750 mil mortes por Covid-19, diz OMS

14/08/2020 16h49

Genebra, 14 ago (EFE).- As mortes por Covid-19 no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), ultrapassaram nesta sexta-feira a marca de 750,4 mil, mais da metade delas no continente americano, o mais afetado pela pandemia, que hoje também superou as 400 mil vítimas.

Os casos globais do novo coronavírus somam 20,68 milhões, após um pico de infecções diárias relatadas no último dia para 277 mil, embora o recorde diário continue sendo o de 1º de agosto, com 297 mil.

O continente americano soma 11,1 milhões de casos e 402 mil mortes, seguida pela Europa, com 3,6 milhões de infecções e 218 mil óbitos, e o Sul e Sudeste Asiático (2,9 milhões de infecções e 57 mil mortes).

Os Estados Unidos são o país com maior número de casos (5,1 milhões) e óbitos (164 mil), seguidos pelo Brasil (3,1 milhões de infecções e 104 mil mortes), segundo dados da OMS.

O terceiro país com mais infecções é a Índia, com mais de 2,4 milhões, mas na lista dos territórios com mais fatalidades, esse terceiro lugar é ocupado pelo México, com 54 mil vítimas.

Os pacientes recuperados no planeta são cerca de 14 milhões, enquanto 64 mil pessoas estão em estado grave ou crítico, segundo dados das autoridades nacionais de saúde que não são coletados pela OMS. EFE

abc/phg