PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

México anuncia detecção do 1º caso da variante ômicron do novo coronavírus

03/12/2021 22h13

Cidade do México, 3 dez (EFE).- O secretário de Saúde do México, Hugo López-Gatell, anunciou nesta sexta-feira a detecção no país do primeiro caso de infecção pela variante ômicron do novo coronavírus.

"O primeiro positivo é de uma pessoa de 51 anos, vinda da África do Sul. Tem sintomas leves e, voluntariamente se internou em um hospital privado da Cidade do México, para evitar a propagação. Seu prognóstico de recuperação é favorável", escreveu no Twitter o infectologista, que lidera o comitê contra a pandemia no país.

Por meio de comunicado, a Secretaria de Saúde informou que o paciente chegou ao território mexicano no último dia 21 e, seis dias depois, começou a manifestar sinais da covid-19. Atualmente, o quadro dele é considerado "estável".

López-Gatell aproveitou o anúncio do primeiro caso da ômicron para pedir que a população mantenha a calma "e siga aplicando medidas para evitar o contágio", fazendo menção ao uso de máscara, ao distanciamento social e a higienização das mãos.

O infectologista ainda destacou que a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que a "vacinação segue fundamental para reduzir os riscos de hospitalização e morte" causados pela covid-19.

López-Gatell, inclusive, afirmou que "fechar fronteiras e bloquear pessoas ou bens não são medidas úteis para conter as variantes" e garantiu que o México tem um protocolo para identificar casos de covid-19 de pessoas vindas de outros países.

Desde o início da pandemia, o México acumula 3,9 milhões de casos e 294,7 mil mortes, o quarto número mais alto do mundo.

O governo do país não chegou a adotar medidas como confinamentos obrigatórios da população, nem fechamento de fronteiras, para tentar evitar a propagação do novo coronavírus. EFE