PUBLICIDADE
Topo

ONU requer US$ 400,5 milhões para atuar na "agenda de direitos" em 2022

21/01/2022 02h25

Alto Comissariado para os Direitos Humanos quer cumprir prioridades da Nossa Agenda Comum; ação para o novo ano inclui garantir princípios fundamentais na resposta e recuperação da Covid-19 e defender igualdade de acesso às vacinas.

Clique aqui para ler a notícia completa