PUBLICIDADE
Topo

Número de mortos na Síria após suposto ataque químico deve subir, diz oposição

Dasha Afanasieva

Em Istambul

22/08/2013 08h28

Corpos ainda estão sendo encontrados após um suposto ataque com armas químicas nos arredores de Damasco que matou centenas de pessoas, e o número de mortos deve subir, disse um porta-voz da oposição síria nesta quinta-feira.

"Esperamos que o número (de mortos) cresça porque acabamos de descobrir um bairro de Zamalka onde há casas cheias de pessoas mortas", disse o porta-voz da Coalizão Nacional Síria, Khaled Saleh.

Entre 500 e 1.300 pessoas morreram na quarta-feira com ataques de armas químicas, de acordo com ativistas.

A oposição síria exigiu que os inspetores de armas químicas da ONU investiguem imediatamente a região controlada pelos rebeldes fora da capital. A França disse que o mundo deve responder com força se as alegações de ataque químico forem comprovadas.