Rússia diz que irá estender pausa em ataques aéreos em Aleppo

Por Andrew Osborn e Lisa Barrington

MOSCOU/BEIRUTE (Reuters) - A Rússia informou nesta terça-feira que irá estender uma pausa em ataques aéreos na cidade síria de Aleppo para um nono dia, mas um grupo monitor e uma autoridade da defesa civil disseram que partes tomadas por rebeldes na cidade dividida foram atingidas nos dias recentes.

O porta-voz do Ministério da Defesa, o major-general Igor Konashenkov, disse que aviões russos e sírios não se aproximaram, muito menos bombardearam, da cidade devastada deste terça-feira da semana passada, quando a Rússia suspendeu ataques aéreos antes de uma cessação de hostilidades.

A pausa de ataques aéreos estava sendo estendida, disse Sergei Rudskoi, autoridade do Ministério da Defesa, separadamente nesta terça-feira, sem especificar por quanto tempo.

Rudskoi disse que isto significa que aviões russos e sírios continuarão fora de uma zona de 10 quilômetros de Aleppo.

Mas o Observatório Sírio para Direitos Humanos relatou que ataques aéreos foram retomados desde que o intervalo no confronto terminou no sábado, focando em grandes frontes, incluindo o sudoeste da cidade. Não houve mortes de civis por ataques aéreos dentro do leste de Aleppo, no entanto, relatou o grupo monitor.

Ibrahim Abu al-Laith, autoridade da Defesa Civil no leste de Aleppo, também disse que ataques aéreos e bombardeios atingiram a metade rebelde da cidade, próximo a frontes, na semana passada.

"Houve bombardeios... e houve aviões, a cidade foi atingida por diversos ataques", disse.

A Rússia tem sido o aliado mais poderoso do governo sírio contra rebeldes em uma guerra civil que entra em seu sexto ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos