Exército da Síria fica mais perto de bastião rebelde na capital

Por Suleiman Al-Khalidi

AMÃ (Reuters) - O Exército da Síria e seus aliados tomaram a área estratégica de Ghouta, na região leste de Damasco, controlada pelos rebeldes, apertando o cerco sobre o maior bastião dos insurgentes perto da capital.

Os rebeldes disseram que o Exército invadiu a cidade de Tel Kurdi no domingo, o que o deixou a poucos quilômetros da cidade de Douma, o outrora amplo centro urbano da área rural do leste de Damasco conhecida como Al Ghouta.

"Depois de batalhas intensas nesta frente que continuaram durante mais de cinquenta dias e nas quais as milícias de (presidente sírio, Bashar Al-) Assad usaram uma política de terra arrasada, os Mujahdeen foram forçados a recuar da área", disse Hamza Bairqdar, porta-voz militar do Jaish al Islam, maior grupo rebelde na área.

Desde o início do ano, forças do governo da Síria e seus aliados, incluindo os combatentes do Hezbollah libanês, arremeteram contra Ghouta saindo do sul, do sudeste e do leste, auxiliados por conflitos entre grupos insurgentes que controlam a área.

"O colapso da frente é devido às lutas internas", disse Adnan Abdul Aziz, advogado do conselho local de Douma, que está sob comando rebelde.

O ataque a Tel Kurdi veio na esteira de uma série de avanços a partir das cidades de Hosh Nasri, Al Fara e, antes disso, Maydaa e Deir al-Asafir que culminou na tomada de um cinturão agrícola do sul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos