Relator de medidas contra corrupção elogia Temer e pede que texto não seja descaracterizado

(Reuters) - O relator das medidas de combate à corrupção na Câmara, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), elogiou nesta segunda-feira o presidente Michel Temer por ter anunciado que não patrocinaria uma proposta de anistia ao caixa dois e pediu aos colegas que seu texto não seja descaracterizado durante a votação em plenário, marcada para a terça-feira.

Lorenzoni elogiou a entrevista coletiva no fim de semana de Temer ao lado dos presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), quando foi anunciado um "ajustamento institucional" contra a anistia ao caixa dois.

"Não fazia nenhum sentido avançar naquela discussão e fico mais tranquilo que o trabalho que a gente fez na comissão, e que teve o substitutivo aprovado por unanimidade, estava correto, no procedimento que a gente havia adotado”, disse o relator, segundo a Agência Câmara de Notícias.

Lorenzoni defendeu ainda que seu texto, já aprovado em uma comissão especial, não seja alvo de grandes mudanças em plenário. Ele defendeu especificamente que a possibilidade de juízes e promotores serem processados por crime de responsabilidade continue fora do texto.

"Espero que amanhã o Parlamento não pense em vingança; pense apenas em atender à aspiração legítima de 2,4 milhões de brasileiros que avalizaram as medidas e que a gente vote sem nenhuma desconfiguração do texto aprovado na comissão especial", disse o deputado.

(Por Eduardo Simões, em São Paulo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos