Observatório diz que Assad controla Aleppo; autoridade da ONU afirma que retiradas prosseguem

BEIRUTE (Reuters) - O Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que o presidente sírio, Bashar al-Assad, assumiu o controle da cidade de Aleppo nesta quarta-feira depois que a última leva de combatentes se retirou do local, mas uma autoridade da ONU e rebeldes afirmaram que as retiradas não foram finalizadas.

O processo de esvaziamento do leste da cidade continuava na noite de quarta-feira, disse à Reuters uma autoridade da ONU na Síria.

Um porta-voz da aliança rebelde Exército Sírio Livre, Osama Abu Zaid, afirmou que a retirada continuaria nesta noite e foi atrasada pelo mau tempo. Ele estava falando para o canal de notícias al-Arabiya al-Hadath, na fronteira Turquia-Síria.

Outros dois representantes rebeldes também disseram que o processo de retirada não estava completo. Um deles declarou que havia cerca de 2.000 combatentes e civis ainda esperando para serem transportados para fora da cidade, embora fosse difícil avaliar os números.

Um trabalhador humanitário disse à Reuters que a conclusão da retirada de pessoas através de vários ônibus era "iminente".

O grupo que monitora a guerra civil na Síria afirmou que somente uma pequena posição nos arredores a oeste da cidade seguia nas mãos dos rebeldes. O observatório disse que 21.500 civis morreram na batalha pelo controle de Aleppo, cidade localizada no norte da Síria.

(Reportagem de Lisa Barrington e Stephanie Nebehay em Genebra)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos