Mais de 4 mil combatentes deixaram Aleppo e milhares aguardam retirada, diz Cruz Vermelha

GENEBRA (Reuters) - Mais de 4 mil combatentes foram retirados durante a noite do leste de Aleppo para áreas tomadas pela oposição, sob um acordo entre os lados em conflito supervisionado pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha (ICRC) e pelo Crescente Vermelho Árabe Sírio, informou o ICRC nesta quinta-feira.

"Durante a noite entre quarta-feira e quinta-feira, em um dos últimos estágios da retirada, mais de 4 mil combatentes foram retirados em carros particulares, vans e caminhonetes do leste de Aleppo para o oeste rural de Aleppo, conforme o acordo alcançado entre os diferentes lados", disse a porta-voz do ICRC Krista Armstrong.

Isto eleva para cerca de 34 mil o número total de pessoas retiradas do distrito em uma operação de uma semana, prejudicada por forte neve e ventos, disse.

"A retirada irá continuar pelo dia inteiro e noite e provavelmente amanhã (sexta-feira). Milhares ainda devem ser retirados", acrescentou a porta-voz.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos