Suspeito de ataque em Berlim atirou contra polícia italiana antes de ser morto, diz fonte

ROMA (Reuters) - Um homem que acredita-se ser o suspeito do ataque a um mercado natalino em Berlim foi morto a tiros na Itália nesta sexta-feira após apontar uma arma para a polícia, que havia lhe pedido documento de identificação, disse uma fonte da polícia.

A fonte disse que o tunisiano Anis Amri, de 24 anos, foi parado por uma patrulha regular próximo à estação ferroviária de Sesto San Giovanni por volta das 3h30, no horário local. Ele atirou e feriu um policial antes de ser morto.

Uma fonte judiciária disse que a polícia italiana tinha informações de que ele poderia estar na área. Ele foi identificado por sua impressão digital.

(Reportagem de Antonella Cinelli e Emilio Parodi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos