Obama diz ter sido privilégio servir como comandante-em-chefe durante visita natalina ao Havaí

Por Emily Stephenson

BAÍA KANEOHE, Havaí (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse no domingo que foi o "privilégio da minha vida" servir como comandante-em-chefe do país, e prometeu sua gratidão e seu compromisso perenes com os militares e suas famílias durante uma visita à Base dos Fuzileiros Navais do Havaí no dia de Natal.

"Embora esta seja a última vez que me dirijo a vocês como presidente, quero que saibam que, como cidadão, minha gratidão irá permanecer, e nosso compromisso de estar com vocês a cada passo do caminho, isso não irá acabar", disse Obama às várias centenas de pessoas reunidas em um refeitório decorado com árvores e grinaldas natalinas.

Obama disse que saudar os membros das Forças Armadas e seus familiares, alguns dos quais tiraram fotos com seus celulares enquanto ele falava, é uma das suas tradições favoritas. Ele contou que, no dia anterior, ligou para militares em serviço no exterior, dizendo-lhes que seus compatriotas em casa entendem que estão lutando pela liberdade.

Tendo a primeira-dama, Michelle Obama, a seu lado em uma pequena plataforma, Obama disse que, quando deixar o cargo em janeiro, não se manterá distante dos militares baseados no Havaí, onde nasceu e ainda passa as férias com frequência.

"Esperamos vê-los durante muitos anos, porque entendo que ainda tenho um pouquinho de crédito como ex-presidente", brincou Obama, causando risos. "Então posso continuar usando a academia da base e, é claro, o campo de golfe".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos