Brasil repudia decisão de tribunal venezuelano e vê "rompimento da ordem constitucional"

Em Brasília

  • Juan Barreto/AFP

    Deputada da oposição Amelia Belisario entra em confronto com membros da Guarda Nacional durante protesto diante da Suprema Corte em Caracas

    Deputada da oposição Amelia Belisario entra em confronto com membros da Guarda Nacional durante protesto diante da Suprema Corte em Caracas

O governo brasileiro repudiou nesta quinta-feira a decisão do Tribunal Supremo de Justiça da Venezuela de assumir as funções do Congresso, classificando a sentença de "claro rompimento da ordem constitucional".

"O pleno respeito ao princípio da independência dos Poderes é elemento essencial à democracia. As decisões do TSJ violam esse princípio e alimentam a radicalização política no país", disse o Ministério das Relações Exteriores brasileiro em comunicado.

Segundo o Itamaraty, "o diálogo efetivo e de boa fé" é a solução mais adequada para a restauração da normalidade na Venezuela.

"Destacamos que a responsabilidade primária de inverter o rumo da crise cabe hoje ao próprio governo venezuelano", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos