PUBLICIDADE
Topo

Dois homens morrem esfaqueados nos EUA após defenderem moças de ataque anti-muçulmano

Jeremy Joseph Christian, 35, é o suposto autor do ataque - Portland Police Bureau/Handout via REUTERS
Jeremy Joseph Christian, 35, é o suposto autor do ataque Imagem: Portland Police Bureau/Handout via REUTERS

27/05/2017 18h18

 

Um homem matou a facadas dois passageiros em um trem de Portland, no Estado norte-americano de Oregon, após as vítimas terem tentado impedir que ele assediasse duas jovens muçulmanas, disse neste sábado (28) a polícia local.

    A polícia identificou o agressor, que foi preso pouco após o ataque na sexta-feira, como Jeremy Joseph Christian, um criminoso de 35 anos com condenações prévias.

   Três homens tentaram intervir e foram esfaqueados. Ricky John Best, 53, e Taliesin Myrddin Namkai-Meche, 23, morreram; Micah David-Cole Fletcher, 21, foi levado para o hospital, mas não corre risco de morrer, de acordo com a polícia.

    Um pesquisador do Southern Poverty Law Center informou em um blog que o Facebook de Christian mostrava que ele tinha "algumas crenças racistas e extremistas".

    O ataque ocorreu horas antes do início do Ramadan, o mês sagrado do islã, quando a maioria dos muçulmanos do mundo observa um jejum diário.

    De acordo com comunicado emitido pelo Departamento de Polícia de Portland, Christian começou a esbravejar palavras racistas e insultos religiosos contra duas mulheres, uma das quais estava com a cabeça coberta por um lenço muçulmano.