Carros-bomba matam ao menos 23 pessoas no centro de Bagdá, dizem fontes de segurança

BAGDÁ (Reuters) - Dois carros-bomba mataram ao menos 23 pessoas e deixaram cerca de 80 feridos em Bagdá, na madrugada desta terça-feira, em ruas lotadas de pessoas que se preparavam para o jejum do Ramadã, disseram fontes de segurança.

O grupo militante Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade pelos dois ataques em comunicados divulgados por sua agência de notícias, a Amaq.

Um carro cheio de explosivos foi detonado perto de uma popular loja de sorvete no bairro comercial de Karrada, matando ao menos 13 pessoas e deixando 40 feridos logo após a meia-noite no horário local.

Algumas horas depois, uma segunda bomba matou dez pessoas e feriu mais 44 perto de um edifício do governo no bairro de Karkh.

Os ataques ocorreram durante o mês sagrado muçulmano do Ramadã, quando muitas pessoas ficam acordadas até depois da meia-noite e fazem refeições de madrugada para se prepararem para o jejum do dia seguinte.

Karrada foi alvo de uma explosão de um enorme caminhão-bomba em julho de 2016 que matou ao menos 324 pessoas, no pior ataque no Iraque desde a invasão ao país liderada pelos Estados Unidos em 2003.

(Reportagem de Maher Chmaytelli)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos