Sargento dos EUA é indiciado no Havaí por tentar ajudar Estado Islâmico

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - Um sargento do exército norte-americano em atividade no Havaí foi indiciado por tentar fornecer apoio material ao Estado Islâmico, permitindo que o caso fosse transferido para um tribunal federal sem audiência preliminar, disseram fontes neste sábado.

Ikaika Erik Kang, de 34 anos, está preso e deve comparecer ao tribunal em Honolulu na segunda-feira para enfrentar as acusações. Ele foi detido em 8 de julho.

O controlador de tráfego aéreo do exército norte-americano foi indiciado por um grande júri dos Estados Unidos de quatro acusações de tentar fornecer apoio material ou recursos a uma "organização terrorista estrangeira".

O Estado Islâmico, grupo militante que reivindicou a autoria de ataques suicidas e outros atentados contra civis em todo o mundo, controle territórios do Iraque e da Síria. No começo do mês, o primeiro-ministro iraquiano declarou a vitória em um conflito para remover o Estado Islâmico da cidade de Mosul.

A prisão de Kang ocorre após uma investigação de um ano envolvendo agentes disfarçados e "outras fontes humanas confidenciais", que se fizeram passar por simpatizantes do Estado Islâmico, de acordo com FBI.

O sargento é acusado de tentar fornecer documentos militares confidenciais, um pequeno drone e treinamento em armas de fogo e combate corpo-a-corpo a pessoas que ele pensava serem associadas ao grupo militante, segundo documentos judiciais. O suposto contato ocorreu em junho e julho.

Ele também jurou fidelidade ao líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, informaram autoridades do FBI. Se condenado, Kang enfrentará a sentença máxima de 20 anos em prisão por cada infração criminal, disse o Departamento de Justiça em comunicado.

O advogado de Kang, Birney Bervar, disse que o sargento sofria de transtorno por estresse pós-traumático e outros problemas mentais que o exército não conseguiu tratar quando ele retornou de missões no Iraque, em 2011, e no Afeganistão, em 2014.

Agentes do FBI exploraram os problemas mentais quando o envolveram na operação secreta, disse Bervar a repórteres no começo deste mês. Ele não estava imediatamente disponível para comentário neste sábado.

Kang foi criado em Waimanalo, no Havaí, de acordo com o Honolulu Star-Advertiser.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos