Grupo separatista catalão pede "resistência pacífica" a Madri

MADRI (Reuters) - O principal grupo separatista da Catalunha, a Assembleia Nacional Catalã (ANC), pediu, nesta sexta-feira, que servidores civis não cumpram ordens do governo espanhol, depois que Madri autorizou um regime direto sobre a região.

Após uma declaração de independência na Catalunha, o Senado espanhol autorizou o governo do primeiro-ministro Mariano Rajoy a controlar a Catalunha diretamente de Madri.

A ANC pediu que todos os servidores civis catalães respondam com "resistência pacífica".

(Reportagem de Sam Edwards)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos